terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Afinal rampa não permite acesso ao balcão único

Há ainda dois degraus a impedir que as pessoas com problemas de mobilidade possam ter acesso ao balcão único onde funcionam a maior parte dos serviços municipais em Tomar.
A semana passada a câmara anunciou a melhoria das acessibilidades ao balcão único, mostrou fotografias das rampas na fachada e nas arcadas do edifício mas não referiu nem mostrou que o acesso não está completo. Não existe qualquer rampa nos dois últimos degraus já no interior do edifício, mantendo-se o problema da acessibilidade para quem circula em cadeira de rodas ou para quem tem um carrinho de bebé.
A câmara pretendeu dar a ideia de que o problema do acesso ao balcão único estava resolvido mas faltam dois degraus e para quem anda em cadeira de rodas é o suficiente para não poder transpor o obstáculo.

12 comentários:

  1. É o costume nas obras à moda de Tomar. Teoricamente são para melhorar, mas depois pioram a situação existente. Veja-se o caso da Estrada do Convento. Antes dois autocarros podiam cruzar-se, agora já não.
    Com a rampa e rampinha sucede praticamente o mesmo: ficamos com dois trambolhos que afinal não resolvem a questão do acesso para pessoas menosválidas. Pobre terra!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Resolver, até resolvem, mas apenas numa parte das escadas.
      Quanto ao lancil de escada no interior do edifício, acredito que a solução esteja a ser ultimada....
      Quanto à questão dos "trambolhos" conhece outra solução que seja exequível naquele espaço!? Já que pela traseira conforme já foi escrito nao será exequível, ou pelos menos a sua execução sairia tremendamente dispendiosa ao município, pois teria de alterar os balcões no Balcão único.
      A solução do elevador colocado nas traseiras do edificio tenho dúvidas que o IPPAR o permitisse...
      A solução ideal, caso houvesse disponibilidades financeiras seria a construção de um edifício novo para sede do município em local a designar com as condições devidas. Enquanto isso não sucede temos que nos tentar adaptar da melhor forma....

      Eliminar
  2. Já dizia o povo que com papas e bolos se enganam os tolos, mas com o aproximar das eleições vale de tudo, até publicidade enganosa.O que seria também evitável é a forma como o comentador Sr António Rebelo caracterizou os cidadãos para quem este tipo de acesso esta destinado como "pessoas menosválidas" certamente que se queria referir a cidadãos portadores de mobilidade reduzida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca respondo a anónimos, mas tenho obviamente uma explicação para o neologismo "menosválidos"

      Eliminar
  3. Estes comentários são mesmo imbecis e de completa ignorância e de alguém que sempre quis tacho, só que não lhe foi dado tacho por isso toca a deitar a baixo. A rampa dá acesso ao balcão único, quanto aos dois degraus a situação está a ser resolvida. Antes de lançarem o veneno informem-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso e conversa muito engracada...E que no jornal aparece em claro destaque a nova obra, com direito a fotografia da presidenta a dizer que esta feita a rampa. So que depois os pormenores sao omitidos, e no entretanto la se fez mais alguma publicidade e propaganda, que as eleicoes sao ja este ano e comeca a ser preciso aparecer em boas situacoes. Admira-me e o "jornalista" ter omitido este ponto na sua reportagem. Deve estar ela (presidenta) a pensar que bons eram os tempos em que os jornais so escreviam sobre o que lhes convinha e nao havia esta "treta" de noticias a sairem fora do alinhamento previsto.

      Eliminar
    2. Gente que tenta defender a incompetência de quem foi colocado com os seus votos. Professor Rebelo... Faço minhas as suas palavras.

      Eliminar
  4. Esse Sr. Antônio Rebelo fala fala fala mas não faz nada, tenho impressão que nem dele gosta.

    ResponderEliminar
  5. Realmente é dum amadorismo atroz! Pena é que no final do mês eles não se esquecem de receber uma parte do ordenado... Dos outros não esperava outra coisa que não esta típica gestão à pato-bravo, que tem vindo a arruinar o nosso concelho nas últimas décadas, agora tu Bruno, sinceramente estou muito desapontado. Recentemente são as reuniões fictícias do SMAS, obras incompletas no acesso ao balcão único, fora as restantes situações passadas. Quem te viu até 2013 e quem te vê agora...

    ResponderEliminar
  6. A propaganda da Câmara Municipal de Tomar a ser desmascarada. Aleluia!

    ResponderEliminar
  7. Saudoso eng. Antonio Paiva, em vez de uma rampa era logo uma auto-estrada de 3 vias .. XD

    ResponderEliminar