segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Intermarché de Tomar quer bombas de gasolina

O Intermarché de Tomar pretende instalar um posto de combustível junto ao seu hipermercado que se localiza próximo do hospital e do quartel do regimento.
O assunto foi discutido hoje na reunião da câmara de Tomar mas nada se sabe sobre o que foi decidido porque a presidente Anabela Freitas (PS) entendeu que a discussão seria feita à porta fechada.
O que está em causa é um “pedido de informação sobre a viabilidade da instalação de um posto de abastecimento de combustíveis e a construção de um edifício comercial, de apoio auto, no lote dois do Núcleo um do Plano de Pormenor das Avessadas, em nome de Intermarché SuperIdanha Supermercados, Limitada.”
Os autarcas debateram “a eventual aplicação das regras urbanísticas definidas no referido instrumento de gestão territorial aos depósitos de combustível e a pala de proteção do posto de abastecimento, no que respeita a delimitação da área de implantação e a altura das edificações”.

9 comentários:

  1. tem ter gpl por e um vergonha sou a ver um bomba com GPL

    ResponderEliminar
  2. Resumindo: pretendem desrespeitar as condicionantes em vigor no local à porta fechada.

    ResponderEliminar
  3. Até que enfim que acaba aquele monopólio de combustível da treta que era a vergonha de Tomar!

    ResponderEliminar
  4. Senhor Anónimo, também é uma vergonha o seu português para além de escrever "a ver" em vez de "haver" .

    ResponderEliminar
  5. A comunidade tecnológica portuguesa, o Governo e a AICEP já começaram a rezar para que Portugal vença Espanha, França, Holanda e alguns países da Europa de Leste.
    A 5 de dezembro, há uma conferência que junta o Governo, municípios e outros interessados para decidir a estratégia que quer persuadir Musk da Tesla a escolher o nosso país. In Observador (http://observador.pt/especiais/elon-musk-quem-e-o-genio-da-tesla-que-todos-querem-em-portugal/)
    Por exemplo, o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, considerou hoje que o município tem “condições e bons argumentos” para acolher o novo investimento da Tesla, marca norte-americana de baterias e de veículos elétricos. In Dinheiro Vivo (https://www.dinheirovivo.pt/lusa/guarda-tambem-quer-receber-nova-fabrica-da-tesla/)
    Tomar onde anda?
    A discutir o estacionamento tarifado, a implantação de umas bombas de combustível no Intermarché, à espera que a fábrica da fiação volte a abrir portas e a aguardar as cenas do próximos capítulos da “telenovela”.
    Por favor alarguem os horizontes.

    ResponderEliminar
  6. Precisamente.. era a única cidade aqui da região que não tinha bombas a baixo custo..
    até que enfim..

    ResponderEliminar
  7. Devem andar todos distraídos não?! Ainda há poucos meses a J. Martins pretendia instalar um posto de combustível low-cost e foi proibida, não só na zona onde está o Pingo Doce, como aparentemente em qualquer outra parte do concelho. Por que pensam que vão autorizar estes? Aliás, como diz o Rui Silva, somos o único concelho da região que não tem este tipo de bombas. Porque será? Deve haver uma meia dúzia de pessoas que estão a ganhar muito com esta situação... Não é por acaso que a discussão foi feita à porta fechada... Valor€s mais altos se levantam...

    ResponderEliminar
  8. E a oposição pactua com tudo isto, Como é possivel??????!!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Desculpem senhores, do concelho da região não, do país. A vergonha é ainda maior. Malditos sejam os asnos que nos governam e os que nos têm governado!

    ResponderEliminar