terça-feira, 24 de julho de 2018

Festival de Estátuas Vivas vai realizar-se no Mouchão e na Várzea Pequena


Foto de Júlio Silva (FotoShop), retirada do site estatuasvivas.com
Pela primeira vez com entradas pagas, o Festival de Estátuas Vivas de Tomar, que vai para a 6ª edição, vai decorrer nos dias 8 e 9 de setembro no Mouchão e na Várzea Pequena, recintos que vão ser vedados para que possam ser cobradas as entradas.

Na reunião de câmara desta segunda feira, a bancada do PSD questionou qual o critério para a definição dos preços, se foi feito algum estudo financeiro, ao que a vereadora Filipa Fernandes respondeu terem feito um apanhado dos preços praticados em eventos semelhantes noutros pontos do país, referindo o exemplo de feiras medievais.
Facto é que outros três festivais de estátuas vivas, de Sintra, de Coimbra e de Peniche (este, o mais antigo do mundo), têm todos entradas livres.
A vereadora argumentou ainda com as despesas inerentes à organização do festival, que tem um orçamento previsto de 70 mil euros.
O festival de Estátuas Vivas de Tomar (8 e 9 de setembro) vai ter a seguinte tabela de preços:
Pulseira diária: 3 euros; jovens dos 13 aos 18 anos — 1,50 euro
Pulseira livre-trânsito para os 2 dias: 5 euros; Jovens dos 13 aos 18 anos — 2,50 euros;
Entrada grátis até aos 12 anos.

10 comentários:

  1. Acho muito bem porque os custos são enormes. E isto de ser pago em todo o lado e em Tomar ser tudo gratuito já pertemce ao passado.

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente.As pessoas nos outros eventos tb pagam.

    ResponderEliminar
  3. Já no seu quinto ano de mandato, não se vislumbra jeito nem modo de a câmara começar a cumprir os objectivos mínimos. Agora com as estátuas vivas, após a decisão acertada de cobrar entradas, voltaram a meter a pata na poça. Porquê no Mouchão e na Várzea Pequena, com as inerentes despesas para vedar, fiscalizar e guardar, se a Mata é vedada?
    Arre porra, que não acertam uma!

    ResponderEliminar
  4. Quem vai perder com as entradas são as estatuas, pois duvido que as pessoas estejam depois dispostas a dar ainda mais dinheiro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As "estátuas" já são pagas para participarem.

      Eliminar
  5. Desafio para férias: enumerar três ações concretas deste executivo, nos já longos últimos cincos anos, que tenham tido impacto positivo no concelho. Embora lá?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, verdade. Bom desafio! Bora lá enumerar acções com impacto positivo no concelho. Na cultura, vamos bem, é a minha opinião e vale o que vale. E o resto? E os investimentos, cadê? Os chineses, por onde andam? E os indianos? Cadê? Hum, só conversa.....................TOMAR NO CAMINHO CERTO! Se perguntarmos a uma certa pessoa, responde de certeza mais de 3 acções. Mas atenção, certa pessoa que anda sempre a passar graxar, eventos culturais não vale, OK?

      Eliminar
  6. Se bem se lembram tudo que se começa a cobrar na nossa cidade rapidamente acaba

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mentira. Os autarcas PS andam a cobrar há cinco longos anos e ainda não acabaram, infelizmente para os contribuintes tomarenses.

      Eliminar
  7. Concordo com as entradas pagas, seguindo o principio do utilizador/pagador.
    O Município não tem que suportar centenas de milhares de euros de todos nós para festas.
    Espero que na próxima festa dos tabuleiros também apliquem um valor para quem quiser ver o desfile principal.

    ResponderEliminar