segunda-feira, 9 de julho de 2018

Câmara mantém espaço desportivo fechado há quase dois anos

Desde outubro de 2016 que o "Polidesportivo de Santo André", situado na rua D. Carlos Ximenes Belo, junto à sede da Canto Firme, em Tomar, está “encerrado provisoriamente para manutenção”. Pelo menos é esse o aviso que se pode ler no portão do equipamento fechado com uma corrente e um cadeado.

Sem qualquer explicação e sem obras à vista, o espaço desportivo mantém-se fechado para frustração dos muitos jovens e crianças que moram nesta zona residencial da cidade.
A este propósito um morador fez-nos chegar um texto onde dá conta da sua indignação perante a situação:

“Na sequência da situação noticiada pelo “Tomar na Rede” há cerca de um ano, intitulada  de "PSP identifica jovens que estavam a jogar futebol", urge relembrar de  que a mesma se mantém, continuando o espaço encerrado, desde outubro de  2016, sem quaisquer sinais de que tal se altere. Curioso é que ao visitar a  área do Desporto no website da CMT, na secção das Instalações Desportivas,  o espaço em questão é apresentado, quando na realidade é o que se sabe. 
Ao  consultar os objetivos da Unidade de Desporto e Juventude da CMT,  deparamo-nos com, e passo a citar, “melhoria da qualidade de vida da  população, servindo os cidadãos através da produção direta e indireta de  serviços de desporto e de ocupação e desenvolvimento da juventude (…)”, o  que com o prolongar desta situação, que fica ainda mais evidente em período  de férias escolares, demonstra que a missão a que a Unidade de Desporto e Juventude (UDJ) se propõe não  poderia estar mais longe de ser alcançada. 
Para os jovens a única  alternativa passa pelo polidesportivo da Rua Amorim Rosa, que para além de  escasso para a procura, apresenta elevados níveis de deterioração do piso,  sobrando apenas a opção que certamente mais agrada à CMT: o aluguer dos  espaços da mesma.
Concluindo: cabe-me a mim, enquanto residente na zona do tal espaço, dar voz  aos jovens que a CMT negligencia, contradizendo os objetivos a que se  propõe e deixando os jovens sem alternativas para a prática gratuita de  atividade física desportiva. Agradeço que averiguem a situação e, se  possível, através da visibilidade do vosso trabalho possam dar a conhecer aos  tomarenses uma situação, aparentemente simples e de fácil resolução, mas  que ninguém parece ter vontade de alterar.
Obrigado e votos de continuação de um bom trabalho.”
                                                                                            R.D.

8 comentários:

  1. Lamentável, no entanto não surpreende vindo desta Câmara Municipal...

    ResponderEliminar
  2. Até é estranho o sr. vereador não aproveitar a oportunidade para lá ir tirar uma fotografia a reabrir o espaço e a salientar o trabalho na câmara...

    ResponderEliminar
  3. Temos de ser compreensíveis, a câmara não tem orçamento para cobrir estas despesas… É que para arranjar tábuas soltas tem de se mandar vir marceneiros de Paços de Ferreira, uma dúzia no mínimo!

    ResponderEliminar
  4. Tomar................no caminho certo, não é determinada pessoa que está sempre a dizer bem deste executivo?

    ResponderEliminar
  5. TOMAR NO CAMINHO CERTO, embora os velhos do Restelo, pensem ao contrário, mas gritem gritem que o sucesso vai aparecendo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou será antes a vergonha na sua cara que vai desaparecendo?

      Eliminar
    2. se fosses mas era arranjar trabalho...

      Eliminar