terça-feira, 12 de junho de 2018

Festa Templária: recriação do cerco ao castelo vai ter entradas pagas

Foto de Paulo Alexandre Melo publicada no facebook
A câmara de Tomar aprovou na reunião desta segunda feira, dia 11, a tabela de preços a praticar durante a Festa Templária, marcada para de 5 a 8 de julho.

Novidade é que, a partir deste ano a recriação do cerco ao castelo 1190 (5 e 6 de julho, 23h00) vai ter entradas pagas: 2 euros para maiores de 12 anos.
O preço das visitas culturais (7 e 8 de julho, 10h00/13h00) mantém-se nos três euros por pessoa.
O ingresso no Jantar Real no Convento de Cristo (6 de julho) custa 30 euros. Crianças até aos 9 anos pagam 20 euros.
Este ano vai estar à venda por um euro uma caneca em barro vidrado de 25cl com inscrição “Festa Templária Tomar”.

8 comentários:

  1. Quando a necessidade vence finalmente a teimosia típica de mentes quadradas mal formatadas, é sinal de que vêm aí tempos bem difíceis.

    ResponderEliminar
  2. Essa tal "festa templária", mais as "feiras medievais" que se vão fazendo por esse país fora, sem a mínima raiz histórica nem ponta de tradição são a expressão viva da pimbalhada que se vai tornando este país.
    Isto é deprimente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ass: Velho do Restelo Pós-Moderno

      Eliminar
  3. Mas quêm vai explorar as entradas? espero que não sejam os templários, senão acontece o mesmo que aconteceu com os fatias de cá, eles continuam lá, portanto não me admirava.

    ResponderEliminar
  4. Este povo é mesmo........quando era de borla criticava-se, agora é a pagar critica-se, gente fraquinha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a pagar e muito bem.
      Não cabe ao município organizar festas, e muito menos pagá-las, exceptuando a festa dos tabuleiros que também deveria ser com entradas pagas. Como se costuma dizer: Quem quer festa que a pague.

      Eliminar
  5. É a pagar? não ponho lá os pés!

    ResponderEliminar
  6. Só faz falta quem está, nos outros Concelhos pagam tudo, em TOMAR querem tudo de borla.

    ResponderEliminar