domingo, 27 de maio de 2018

Há um jovem de família tomarense entre os 23 suspeitos no caso das agressões no Sporting

Um dos 23 arguidos do caso das agressões na Academia de Alcochete, tem 25 anos e é filho de uma família de tomarenses ligados à construção civil em Lisboa.

A sua advogada é Maria João Mata, também ela tomarense.
Recorde-se que o juiz de instrução criminal do Tribunal do Barreiro decretou a prisão preventiva para os 23 adeptos detidos após o ataque à Academia de Alcochete.
O jornal Correio da Manhã publicou a lista dos 23 arguidos:

Agressões em Alcochete: advogada "chocada e indignada" com medidas de coação

Advogados contra prisão preventiva dos agressores de Alcochete

3 comentários:

  1. Deviam todos de apanhar uma pena bem pesada, porque isto não se faz e não vale a pena alegar que são jovens, porque tinham consciência plena do que estavam a fazer, vergonhoso.

    ResponderEliminar