terça-feira, 9 de maio de 2017

Cerca de 85 mil euros para desmatar e reflorestar

A câmara de Tomar fez um ajuste direto com a Associação de Produtores Florestais dos Templários para “desmatação e restabelecimento da floresta pós-incêndio”, no valor aproximado de 85 mil euros.
Ao longo de quatro meses a associação tem de desmatar e reflorestar uma área de 103 hectares nas freguesias de S. Pedro de Tomar e Asseiceira.
Em representação da Associação de Produtores Florestais dos Templários assinaram o contrato Vitor Tarana, João Lourinho e António Jorge.
O ajuste direto foi publicado no portal das contratações públicas no dia 20 de abril.

12 comentários:

  1. Esse António Jorge que assinou em representação da tal associação calha ser o mesmo que é vereador do PSD na Câmara.
    Fica assim um cheirinho a corrupção e de conflito de interesses.
    O PSD no seu melhor.

    ResponderEliminar
  2. Trata-se de um "AJUSTE DIRETO".
    Ele está na câmara.
    Ele está e representa a Associação.
    Direto mais direto não há!
    O dinheiro é dos contribuintes.
    Depois o dinheiro é para pagar o aluguer das suas máquinas.
    Direto mais direto não há!

    ResponderEliminar
  3. E esse tal Tarana, não é o Comandante dos Bombeiros de Tomar?
    Isto até parece uma negociata ao género, vamos lá queimar para depois lucrar!
    Que o negócio cheira a esturrado lá isso cheira. E com muito fumo.
    Siga, para bingo!

    ResponderEliminar
  4. Coloquem uns rebanhos de cabras temporariamente e desbastarão tudo. Natural, barato, sem conflitos de interesses.

    ResponderEliminar
  5. Foi muito bem escolhido o tema do mural "velhos do restelo" pena o sítio e a forma como foi executado!!!
    Só pantemineiros, desconheço trabalho a está gente que que a partir de amanhã começo a tratar por gentalha. Gente que se perfila para conduzir os destinos da cidadã.. . Tristeza!

    ResponderEliminar
  6. Está explicado porque é que o tal António Jorge foi defender a presidente de câmara, mesmo sendo vereador do PSD. Escrupolos é coisa que não existe.

    ResponderEliminar
  7. O anónimo anterior não deve saber português, não se percebe o que diz nem a que se refere, seja mais esclarecedor, sff.

    ResponderEliminar
  8. Que os senhores são uns atrasados mentais!

    ResponderEliminar
  9. O silêncio do candidato do PSD (bem como das estruturas locais) também é muito revelador do caldo de lodo que se prepara.

    ResponderEliminar
  10. Eu sei rocar mato!! Ainda vou a tempo de ir a concurso ??

    ResponderEliminar
  11. Deviam ter escolhido uma empresa de fora para contentar estes Comentadores!

    ResponderEliminar
  12. Para contentar e calar os comentadores que denunciam os indícios de corrupção é muito simples: basta não haver indícios de corrupção.
    De fora ou de dentro.

    ResponderEliminar