terça-feira, 14 de março de 2017

Juventude Popular de Tomar tem mais de 150 militantes

Francisco Tavares, atual secretário-geral da Juventude Popular, garantiu que a estrutura concelhia jovem do CDS-PP tem mais de 150 militantes sendo a “jota” com mais militantes no concelho. O dirigente falava durante a abertura do ponto de encontro da JP de Tomar no sábado, dia 11, na rua de S. João, 72.

Era “um sonho antigo” da JP ter um espaço próprio que agora é concretizado. Assim, os jovens militantes já não precisam de se juntar em cafés ou coletividades, sem a necessária privacidade.
Na ocasião foi também apresentado o novo logotipo da JP de Tomar.
Perante o líder nacional dos jovens centristas, Francisco Rodrigues dos Santos, e outros dirigentes nacionais, distritais e concelhios, foi descerrada uma placa alusiva à abertura do novo espaço.
Seguiu-se o jantar de tomada de posse dos novos órgãos na Cafetaria do Convento de Cristo, na presença do deputado Filipe Lobo d’Ávila.
O novo líder da JP Tomar, Daniel Santos, apontou como objetivo serem “a melhor juventude partidária no concelho” num curto espaço de tempo. “Tomar medidas. Obter resultados” é o slogan da JP.
Ausência notada quer na abertura do novo espaço quer no jantar foi a do candidato do CDS-PP à câmara de Tomar, Nuno Ribeiro. Não está garantido o apoio da JP ao candidato.

6 comentários:

  1. Os candidatos a candidatos sabe-lá de quê no futuro....
    Espero que esta geração de futuros políticos seja substancialmente melhor que a actual...

    ResponderEliminar
  2. existe ali mais Blasers que num catálogo da Modalfa ..

    ResponderEliminar
  3. Nem uma garrafa de tinto nem um frango assado. Só pastéis, tá mal.

    ResponderEliminar
  4. Dado a génese da agremiação política, é caso para dizer... "valha-nos deus"!!

    ResponderEliminar
  5. é o que faz a falta de empregos em Tomar... esta malta precisa de comer e beber de borla.....

    ResponderEliminar
  6. Se as entidades boçais, autoras dos comentários anteriores, percebessem de alguma coisa ou contribuissem, fariam melhor. Mais vale isso do que armarem-se em musicos e sarrabecos.

    ResponderEliminar