sexta-feira, 15 de julho de 2016

Abrantes: homem de 75 anos morre por causa da demora na assistência hospitalar

Recorte do jornal Correio da Manhã
É mais um caso que está a provocar polémica em Portugal. Cerca de seis meses depois de David Duarte ter morrido vítima de falta de serviço de neurologia, outro homem morreu esta semana após esperar mais de uma hora à espera no Hospital de Abrantes e cinco horas até dar entrada no hospital de S. José.
Na terça feira José Pratas, de 75 anos, morador em Santa Margarida da Coutada (Constância) morreu com um derrame cerebral já a caminho do Hospital de São José depois de várias horas à espera de ser transferido.

O caso está a ter grande impacto a nível nacional.
Recorte do jornal Correio da Manhã
Doente com hemorragia cerebral morre sem acesso à neurocirurgia

Vítima de aneurisma morre sem assistência médica



1 comentário:

  1. Resta saber quem é que é responsável por tal demora...

    ResponderEliminar